Finlandeses dominam provas individuais do III Meeting de Orientação Dão Lafões – Sátão WRE 2018

Num fim-de-semana frio, Satão recebeu o III Meeting de Orientação Dão Lafões – Sátão WRE 2018, evento que contemplou 3 etapas de orientação, uma distância média, um sprint noturno e uma distância longa. Com a participação de mais de 600 atletas, muitos deles estrangeiros, os atletas experienciaram desafios classificados por muitos como espetaculares, numa organização do Clube de Orientação de Viseu – Natura, Município do Satão, Federação Portuguesa de Orientação e Federação Internacional de Orientação, para além dos imensos apoios locais.

No sábado de manhã, a Serra de São Matias em Vila Boa recebeu um World Ranking Event, ou seja, um evento a contar para o ranking mundial da modalidade. Num mapa extremamente exigente, as classes de elite foram dominadas por atletas finlandeses, com Olli Ojanaho da equipa HS a vencer Homens Elite com 41:29, menos 31 segundos do que o segundo classificado Jan Prochazka do KR e menos 87 segundos do que o espanhol Eduardo Gil Marcos da equipa Attundaok. Já em Damas Elite, a Filandesa Marika Teini (SK Pohjantäht) comprovou o seu favoritismo ao vencer com mais de 5 minutos de vantagem sobre a segunda classificada Tova Olsson (IKHP) e 6 minutos sobre a terceira classificada Fanni Gyurko (KR).

Figura 1: Marika Tenni - Vencedora da distância média e distância longa do III Meeting de Orientação Dão Lafões (Foto de Rafael Faria)

 

No sprint noturno no Satão, os atletas ibéricos mostraram ser os mais fortes com as três primeiras posições em Homens Elite a serem ocupadas por Eduardo Gil, Andreu Blanes e o português Ricardo Esteves, que mostrou mais uma vez a sua apetência para os sprints. Já no escalão feminimo Filipa Rodrigues e Carolina Delgado levaram a melhor sobre Fanni Gyurko.

Figura 2: Hannu Airila (Foto: Miguel Nóbrega)

Para domingo estava reservado mais um grande desafio. Uma distância longa, novamente na Serra de São Matias. Num terreno explêndido, a exigência técnica surpreendeu muitos atletas, exigindo níveis físicos e técnicos próximos da perfeição. Hannu Airila (KR) fez uma prova extraordinária, percorrendo os mais de 13 km (em linha reta) em 1:33:56, batendo Filip Grahn (Hestra IF) por pouco mais de 1 minuto e Antonio Martínez (TuMe) por pouco mais de 2 minutos. Já no escalão feminino Marika Teini mostrou mais uma vez a sua superioridade ao vencer com mais de 6 minutos de vantagem sobre Marianne Haug (IKHP) e Fanni Gyurko (KR).

 

No somatório de pontos das três etapas, o espanhol António Martínez Perez (TuMe) venceu o escalão de Homens Elite, enquanto Fanni Gyurko (KR) venceu o escalão Damas Elite.

1          Antonio Martínez Pérez 91        [10362] TuMe

2          Eduardo Gil Marcos      94        [10089] Attundaok

3          Jan Prochazka  84        [10345] KR

4          Hannu Airila      85        [10345] KR

5          Graham Gristwood       84        [10345] KR

 

1          Fanni Gyurko    [10345] KR      

2          Karoliina Ukskoski        [7152] Koovee 

3          Carolina Delgado          [052] GD4C

4          Elaine Lenz       [7293] ADAAN

5          Marika Teini      [10341] SK Pohjantähti

 

Todos os resultados em http://www.modal.coviseu-natura.pt/satao2018

Facebok do Evento.

 

Figura 3: Pódio final do III Meeting de Orientação Dão Lafões - Satão WRE 2018 (Foto: Sofia Pinto)

 

Texto: Miguel Nóbrega

Fotos: Sofia Pinto, Miguel Nóbrega e Rafael Farias